estagiocarolina

Egressa do PPGIDH realiza estágio no CEJIL

Em 14/02/23 14:56. Atualizada em 14/02/23 14:56.

A egressa do Programa de Pós-Graduação em Direitos Humanos da Universidade Federal de Goiás, Carolina Jajah Dorneles, realiza estágio no Centro pela Justiça e o Direito Internacional (CEJIL), no escritório do Rio de Janeiro (https://cejil.org/pt-br/).

O CEJIL é uma organização não governamental que atua em litígios estratégicos perante o Sistema Interamericano de Direitos Humanos (SIDH), e conta com escritórios na Argentina, no Brasil, na Costa Rica e nos Estados Unidos. A ONG é a responsável por levar o maior número de casos de violações de direitos humanos para o SIDH, dentre eles o de Maria da Penha, Gomes Lund (Guerrilha do Araguaia) e Herzog.

Carolina foi estudante do Mestrado do PPGIDH, entre 2017 e 2019, ocasião em que defendeu a dissertação intitulada “Poder Judiciário Brasileiro e Justiça de Transição: obstáculos à responsabilização criminal de ex-agentes da ditadura militar”. Atualmente é aluna do Programa de Doutoramento em Direitos Humanos nas Sociedades Contemporâneas do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, em Portugal. O Programa português contempla, em sua estrutura curricular, a realização de estágio de curta duração em organização que atue na defesa dos direitos humanos, e que esteja relacionada à área de pesquisa do aluno.

A egressa foi aceita pelo CEJIL para a realização do estágio na área jurídica, especificamente para atuação nos casos ajuizados pela instituição relacionados ao campo da Justiça de Transição, como o caso Luiz José da Cunha, admitido em 2019 pela Comissão Interamericana de Direitos Humanos, e o caso Bacuri, que tramita na Corte Interamericana. Ambos se referem a militantes políticos que foram torturados e mortos por agentes do Estado durante a ditadura militar brasileira.

estagiocarolina